CONTATO

Cinco perguntas a profissionais do mundo da energia renovável

O mundo da energia renovável vem se transformando rapidamente e oferece novas oportunidades de emprego com possibilidades e desafios específicos. Nesta série, pessoas que trabalham em diferentes áreas do setor de energia respondem cinco perguntas sobre suas atividades:

1. Por que renováveis? Profissão ou vocação?
Entrei no ramo de renováveis em 2001. Era para ter sido um emprego provisório. Eu tinha que ganhar a vida nos 4 a 6 meses antes do começo marcado para o emprego de meus sonhos. Mas logo percebi que trabalhar com renováveis seria ainda melhor: além das oportunidades de carreira, eu também estava ajudando a melhorar o mundo. Então logo virou uma vocação.

2. Como sua carreira preparou você especificamente para o trabalho que faz hoje?
Minha vida na América Latina me ensinou que tudo fica mais fácil se você sempre tem um “plano B”; que ter bons contatos é vital; e que ter a mente aberta às vezes produz resultados difíceis, mas sempre ajuda de alguma maneira. Essas capacidades são necessárias para organizar congressos técnicos inovadores para o setor de energia renovável. É preciso tomar decisões rapidamente se algo dá errado, criar plataformas para as pessoas fazerem contatos, e sempre ficar de olho em maneiras de melhorar os congressos.

3. Você se espelha em alguém? Quem e por quê?
Tenho modelos abstratos e concretos:
- Hipátia de Alexandria. 1.650 anos atrás, ela foi astrônoma e matemática, e foi uma reconhecida professora universitária.
- Helga Förster, cofundadora da Rede Hypatia. Ela foi uma das primeiras engenheiras, cientistas e catedráticas em Berlim. Cerca de 40 anos atrás, ela estimulava, apoiava e supervisionava moças que se especializavam nas profissões técnicas.
- Hanne May, ex-editora-chefe e, no momento, alta executiva da dena (Agência Alemã de Energia). No início de minha carreira, ela me impressionou quando a vi num congresso cheio de homens, e ela se levantou na platéia e relatou fatos, deu depoimentos e fez comentários. 15 anos atrás, ela ajudou a reduzir os empecilhos às mulheres na área de energias renováveis.
- Karl-Heiz Remmers, diretor executivo da Solarpraxis AG. Foi meu chefe e mentor, e ainda me inspira com suas ideias e sua visão. Também me mostrou que, se você é bom no que faz, não importa se você é homem ou mulher.

4. Qual foi seu maior desafio profissional?
Meu maior desafio é garantir que eu tenha desafios a resolver. Não sou muito boa em repetir rotinas durante muito tempo; sempre fico entediada. Então, organizar congressos para o setor de energia renovável é uma ocupação perfeita para mim. Estamos constantemente enfrentando desafios, pois nosso sistema de energia vem sofrendo mudanças, há uma digitalização em andamento, os eventos têm cada vez mais participação e emoção, e é cada vez mais importante ter diversidade e novos trabalhos.

5. Qual foi sua maior conquista profissional?
O Fórum New Energy World é o congresso mais importante da Alemanha para o setor de energia renovável. Em 2015, foi o primeiro congresso de energia em que se estimulou os participantes a contribuir e interagir ativamente na realização do evento. Foi algo totalmente novo no setor de energia. Desde então, cada vez mais eventos vêm se tornando locais de interação em vez de apenas de ensino.

 

Sobre Tina Barroso:
Tina Barroso trabalha no setor de energia desde 2001, e chefia o escritório da Conexio em Berlim desde 2018. Interagindo de perto com participantes e parceiros, ela desenvolve programações de congressos, coordena eventos de monta tais como o Fórum New Energy World, e combina uma facilidade para fazer contatos e um intercâmbio intensivo de conhecimentos e experiência.
Em sua atividade como moderadora em congressos, os participantes se tornam colaboradores, obtendo resultados estimulantes nos eventos. Suas programações procuram equilibrar palestrantes homens e mulheres nos painéis. Tina cofundou a rede Hypatia para mulheres do setor de energia em 2010 e serviu 10 anos na diretoria executiva da organização.
Os congressos interativos e o empoderamento feminino são sua paixão tanto quanto ouvir livros em áudio e dançar salsa. Tina Barroso é uma paladina dedicada das energias renováveis e defende a igualdade de direitos para todos. Seu lema: "Quero melhorar o mundo."